O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

9 de novembro de 2007

O inimigo mora ao lado....

A primeira que eu o vi ele estava na padaria. Comprava pão e vestia a camisa do Cruzeiro. A cena me intrigou pela coincidência. Se eu estivesse em Belo Horizonte isso seria normal. Mas eu estava em Salvador, na padaria ao lado de casa. E fui me esbarrar logo com um cruzeirense!!!!

Quando cheguei em casa corri para contar ao marido:
Eu (afobada): Você não sabe o que eu acabei de ver na padaria!
Marido: Hã?
Eu (mais afobada): Um homem com a camisa do Cruzeiro!!!!
Marido (seco): Sim, e o que tem demais???
Eu (indignada): Como assim, o que tem demais???? Era um cruzeirense (cara de perplexidade)!!!!
Marido (que insiste em torcer para o Flamengo): ....(risadinha irônica)....
Eu (suspirando): Pois eu queria estar com minha camisa do Galo na hora!!!!! Ah, isso eu queria!!!!
Bom, o episódio passou.... Eu já ia me esquecendo quando, pouco tempo depois, eu o vi novamente. Só que desta vez ele estava entrando no meu prédio! Aí sim, o espanto foi maior! Não era possível que em plena Bahia um cruzeirense estaria morando tão perto de mim, uma atleticana de nascença!

Só que o pior ainda estava por vir!!! Espantosamente, nos esbarramos no corredor do meu andar, e acabei descobrindo que ele era meu VIZINHO de porta! Sim, o "inimigo" estava mais próximo do que eu imaginava! A descoberta mexeu comigo! Nesse mundo "casca de ovo", um atleticano e um cruzeirense eram vizinhos de porta em Salvador, distante quase (ou mais) 1.500 km de Belo Horizonte!!!

A realidade tinha que ser enfrentada. Diante da rivalidade natural (e pacífica) entre torcidas, decidi dar uma leve "provocada"no Sr. Vizinho.
Certo dia, precisei de ovos enquanto preparava um receita. Porém, não os tinha na geladeira. A padaria mais próxima estava fechada, e a preguiça de pegar o carro só para comprar o produto falou mais alto. Além disso, vizinhos sempre salvam nessa hora de desespero.
Não pensei duas vezes!!! Era para o Sr. Vizinho, diga-se cruzeirense, que eu iria pedir os ovos.
Imediatamente vesti uma camisa do GALO! O marido já me olhou torto e nem acreditou. E lá fui eu, com todo o espírito peace and love.... Eu só queria dar uma "cutucadinha" e ver a reação dele. Mas para a minha total decepção foi a mulher dele quem abriu a porta. Talvez ela nem tenha notado a minha camisa do GALO!

Tudo bem, não foi daquela vez. Mas a vida tratou de colocar o Sr.Vizinho no meu caminho novamente. Foi por acaso e, por sorte, num dia em que eu vestia uma camisa do GALO! Entramos juntos no elevador. Seguindo a política da boa vizinhança e da cordialidade entre torcidas, dei um sonoro BOM DIA! Ainda fiz questão de ficar bem de frente para ele. Assim, o Sr.Vizinho poderia ver melhor a camisa que eu vestia. Só que ele nem olhou para mim (ou para a camisa!)! Fingiu não notar e nem um BOM DIA ele respondeu. Claro que eu relevei, afinal ele podia não estar em um BOM DIA! Pensando bem, com um time como o dele ter um BOM DIA é realmente difícil!
É claro que o Sr.Vizinho sabe do meu bom gosto no que se refere a time, afinal minha bandeira vive tremulando na janela. Meus gritos de gol e de comemoração também ecoam pela vizinhança, e com certeza chegam até à casa dele.
Na verdade, acho muito saudável quando a "rivalidade" entre torcidas é pacífica e fica só na base de "provocações". Tenho inúmeros amigos cruzeirenses (ninguém é perfeito) que são pessoas maravilhosas. Além disso, vira-e-mexe me esbarro com torcedores do Cruzeiro, inclusive aqui na Bahia. Há menos de uma semana conheci Matusalém, mineiro de gosto duvidoso quando o assunto é futebol, porém um chef renomadíssimo. Há 7 anos ele vive na Bahia fazendo maravilhas das culinárias mineira e baiana em seu restaurante no Pelourinho (assunto para um outro post).

E para provar que minha relação com o torcedor rival é pacífica, publico hoje uma receita da querida Nani, do Cantinho da Nani. Mineira de mão cheia, ela só peca pelo time que torce! Faz verdadeiras delícias em seu "cantinho", como essa massa que tirei de lá. Fiz há aproximadamente duas semanas e ficou uma delícia. Passei a dica para minha mãe, que também testou e amou! Fácil, rápida e muito, muito gostosa. Não tem trabalho nenhum e é ideal para um almoço de domingo, quando bate aquela preguiça de ir para a cozinha!
OBS: Fiz pequenas alterações (somente nas quantidades)
INGREDIENTES:
*1 pacote de macarrão talharim do tipo ninho (**usei menos de um pacote)
* 1 copo de requeijão cremoso (**usei o Itambé)
* 1 lata de molho de tomate pronto (**se tiver caseiro melhor ainda)
* Presunto ralado ou cortado em tiras finas (mais ou menos 200grs)
* Mussarela ralada ou cortada em tiras finas (mais ou menos 200grs)
* 2 cubos de caldo de galinha
* 1 litro de água
MODO DE FAZER:
Leve para ferver a água com o caldo de galinha. Enquanto isso, em um refratário, coloque o molho de tomate e arrume os ninhos. Dentro dos buraquinhos dos ninhos coloque requeijão até preencher todo o espaço (exatamente como na foto abaixo)

Coloque então o presunto e a mussarela por cima (como na foto ao lado)
Por fim, jogue por cima a água fervendo. Leve ao forno alto por 25 minutos. Retire do forno e deixe esfriar um pouquinho, para o molho "pegar" um pouco mais.. Sirva a seguir.

Dica (by Nani): O tempo de forno é muito importante, pois se passar do tempo o macarrão não ficará al dente.
Observação(by Camila): Da próxima vez colocarei menos água e deixarei o macarrão por 22, 23 minutos no forno.
Fala sério, dá algum trabalho? E olha como fica com uma cara boaaaaa!!!

9 comentários:

Anônimo disse...

Esse vizinho é uma bichona!!! Cuidado, senão ele rouba o pau da sua bandeira!!!

Márcia disse...

Menina, que coisa facílima!
Copiei!
bjos.

Valentina disse...

Camila,já ri tanto da história. Muito engraçada. E esta receita..excelente. muito prática também.

Laurinha disse...

Hummm, iso é muito bom! Sabe, já fiz com cablo de anjo, vou tentar então com o talharim!´

Agora, quem disse que arreliar o torcedor rival é pacífico! Vai ver, ele já viu a sua bandeira, que vc insisite em passar nas fuças dele, e ele, pra te arreliar, faz cara de não sei de nada, te ignora.... :DDD
Chii, tô provocando....

Beijinhos,

Nani do Paulo disse...

Viu como tem coisa boa espalhada em todo canto do Brasil, até ai tem um cruzeirense.
E concordo com você, todos tem pequenos defeitos, você por exemplo escreve ótimos textos, faz uma ótima comida e no entanto é atleticana e ainda mente pois o CRUZEIRO é o melhor do Brasil!!!
Ah! Adorei ver minha receitinha aqui, que bom que você e sua mãe gostaram.
E quando você vem em BH pra eu colocar minha melhor camisa e nos conhecermos pessoalmente?
Beijos!!!

Anônimo disse...

Pior é ter um vizinho que é vitória...

Dani Toré disse...

Moro do lado do Maracanã, mas sou um fracasso para esse negócio de futebol.
Quanto ao macarrão, eu também fiz, e assim como vc, diminuirei a quantidade de água. Achei essa receita muito bacana.
Bjs, lindona.

Magui disse...

Nos bons tempos fui cruzeirense. De ir ao Mineirão e voltar rouca.Até o dia em que o time perdeu feio para o Palmeiras e eu, muito chateada pela derrota , vi os jogadores em uma festa na mesma noite.Nunca mais.
Esta receita está anotada.Vou fazer, com certeza.

Camila Marinho disse...

Márcia, realmente é muito fácil. Vale a pena fazer.

Valentina, nem me fale. É cada situação que a gente passa... Qto a receita, é perfeita mesmo!!!

Laurinha, com cabelo de anjo deve ficar muito bom! Amo cabelo de anjo! Qto ao Sr. Vizinho, acho que ele me ignora mesmo...rsrsrs

Nani, mais uma vez obrigada pela receitinha... Qto ao Galo mais lindo do mundo, me desculpe mas nunca vamos chegar num acordo... rs
Talvez eu vá a BH no fim do ano, aí com certeza vamos nos conhecer pessoalmente! Eu com a camisa do Galo e você com a do Cruzcredo! Bjos

Srs anônimos, obrigados pelos vossos comentários!

Dani, que inveja de você!!! Morar ao lado do Maracanã?? Nossa, muito bom! Sobre a receitinha, bom saber que já fez também!!!! Bjos

Magui, você fez certo! O time do cruzeiro pode ter mais $$$, pode ter mais estrutura, mas não tem nunca a mesma raça!!!!! Bom saber que mudou de time!!! Qto à receitinha, faça porque merece!!! Bjos