O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

4 de junho de 2008

Um "arraiá" e um bolinho de milho...

Semana retrasada estive em Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, para fazer o "Arraiá de Dona Canô". Fomos gravar um especial para o "São João do Nordeste", programa que vai ao ar no dia 14 de junho na Globo Nordeste, ou seja, será veiculado apenas para essa região do país. Isso porque é aqui que existe a verdadeira tradição de comemorar o São João.

Já escrevi sobre isso aqui no ano passado, mas não custa lembrar. Foi só depois de vir morar no Nordeste que compreendi como o chamado "São João" é importante para esse povo. No sul e sudeste do país fazemos Festa Junina, em clubes ou casas. Tem comida típica, tem quadrilha, mas não tem aquela tradição de raiz. E um detalhe: acontece em julho.

Já no Nordeste não... É no mês de junho, de Santo Antônio, São João e São Pedro, que se festeja o "São João". E dura o mês inteiro. As cidades se enfeitam, as padarias e supermercados investem forte em produtos típicos (pamonha, canjica, milho, etc), as pessoas querem roupas novas para viajar para o interior, o som do forró invade as ruas, fogueiras são acesas na porta das casas, e tudo é festa! Esta é, sem dúvida, a melhor época do ano, na minha opinião. E como eu gosto disso!!!!!

Mas voltando a Dona Canô, matriarca da família Veloso, foi bem interessante fazer essa gravação lá. Dos filhos, apenas Rodrigo (que cuida dela), Clara, Nicinha e ela, a toda poderosa Maria Bethânia, estavam lá. E foi uma coincidência encontrar Bethânia lá. Não estava programado, já que ela havia chegado de viagem naquele dia.
OBS: Na foto ao lado os bastidores da gravação no quintal dos Veloso, em Santo Amaro.

O engraçado é que ela estava no quarto, descansando. Mas assim que ouviu o som da sanfona saiu e ficou por ali, no cenário de gravação. Super à vontade, cantava junto com o trio de forró como se estivesse numa roda de amigos.

A gravação era só com Dona Canô, mas é claro que eu não poderia deixar de aproveitar a chance de ter Betânia também. Por isso, chamei e ela topou. Depois de conversar com a matriarca centenária, chamei e Maria Bethânia veio. Uma conversa super agradável, em que ela me falou da paixão pelo São João. Disse que quando foi morar no Rio de Janeiro, ia para a beira da praia seguir a tradição. Sabe como? Acendendo uma fogueirinha de palito de fósforo. Hoje em dia, há três datas em que ela não permite marcar nenhum show: o aniversário da mãe, o dia de finados e o dia de São João (24 de junho**). Tudo pela paixão!

**ALTERAÇÃO FEITA NO DIA 7 DE JUNHO: O dia de São João é 24, mas no Nordeste as grandes festas acontecem de 23 para 24 de junho.

Abaixo, Maria Bethânia, eu e Dona Canô..



E como agora é tempo de comidinha típica, aí vai uma receitinha deliciosa que fiz na semana passada: Bolo de milho e queijo.
OBS: Receita de um programa de TV, com algumas alterações by Camila.

Ingredientes
- 1 xícara (chá) de milho em grão
- 2 xícaras (chá) de farinha de milho em flocos
- 2 xícaras (chá) de açúcar ****COLOQUEI UM POUCO MENOS
- 2 xícaras (chá) de leite
- 2 xícaras (chá) de queijo prato picado ****COLOQUEI QUEIJO MINAS FRESCAL
- 1 xícara (chá) de óleo
- 5 ovos **** PENEIREI AS GEMAS
- 50g coco ralado
- 1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar uma massa homogênea. Despeje na forma e leve para assar em forno médio por 40 minutos. Depois de pronto, polvilhe com canela em pó.

OBS: Coloquei um pouco de erva doce para dar aquele gostinho.... Quanto ao queijo, eu não bati todo no liquidificador. Uma parte eu deixei em cubinhos.

É um bolo maravilhoso. E o melhor: sem segredos!!! Olha como ficou bonito....

5 comentários:

Júlia disse...

Que bacana estrevistar Maria Bethânia. Parabéns. Quanto ao bolo, parece apetitoso. Um beijão. Ju

Lílian disse...

Ué, São João não é dia 24?
Adorava trabalhar em Salvador nesta época do ano. Que experiência bacana vc teve.
Abraço

Camila Marinho disse...

Júlia, realmente foi muito legal mesmo. Qto ao bolo, é muito gostoso mesmo.

Lílian, realmente o dia de São João é 24. Mas como o povo adora festejar de 23 para 24, a gente acaba se passando...Bjossss

Agdah disse...

Ah, menina, nem fale. Não achei passagens e meu S. João na roça foi pro brejo. Estou triste, ou melhor, tristérrima pois me incluo entre essas pessoas para as quais o S. J. é importantíssimo. Santo Amaro deve tá "pegano" fogo. E tá é forte D. Canô...

ZAZÁ LEE disse...

Camila
Fazia tempos não te visitava, fiquei surpresa com o tamanho da barriga!
Este Samuel vai te surpreender, pode saber.
Quanto ao fato de estar em casa de D. Canô e "ver e falar " com Bethânia...já é um presente de São João. Como gostaria de estar ali...
Prá te falar a verdade, viajei com o texto e a receita, vou experimentar.
Aliás, outro dia, fiz miojo com ovo frito e adorei!
bjs
Até breve