O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

1 de fevereiro de 2010

A saudade de um migrante...

O comentário que o Allan Robert, do blog Carta da Itália, fez a respeito do último post resume muito bem o que eu sinto desde que deixei BH:
"Uma vez migrante, sempre estrangeiro. Saudade é um sentimento que não abandona a vítima. Se aqui, sinto saudades de lá; se lá, saudades daqui."

É verdade. Resta saber conviver com esta saudade! E como relembrar é viver, fotos das férias em Minas...

Abaixo, Samuel em um de seus momentos de diversão. Fotos tiradas no sítio da minha tia em Lagoa Santa, Minas Gerais.



O passeio ao Parque Municipal me fez relembrar minha infância. Qual é o belorizontino que nunca andou de burrinho por lá??? Apesar de soteropolitano, Samuel tem sangue mineiro correndo nas veias. Ele não podia perder essa.



Além de andar no burrinho, Bebeco foi no carrossel e até deu uma voltinha de trenzinho. Afinal de contas, trem é a paixão do mineiro.



Ah, e apesar de não permitir doces, deixei Samuel provar algodão doce. Faz parte da infância né?



Também levei Bebeco ao zoológico de BH, lugar que visitei bem criancinha. Foi ótimo ver gorila, chimpanzés e elefante. Animais que passam longe do zoológico de Salvador.



Mas não foi apenas Samuel quem saiu lucrando nestas férias. Quem me conhece, sabe bem do meu espírito "aventureira que topa qualquer parada". O programa era arborismo na região metropolitana de BH. E lá fui eu com alguns primos e tias. Bom demais da conta. Quase uma hora indo de galho em galho, como uma macaca no melhor estilo Chita (Tarzan para os homens)! Aventura e emoção nas alturas. Samuel acompanhou tudo do chão, no colo do pai, que inventou uma torção no joelho para esconder o medo (brincadeirinha, era torção mesmo)...Pena que as melhores fotos estão na máquina do primo.



Outra coisa boa foi visitar lugares lindos, como o restaurante "Topo do Mundo". Com um nome desses, precisa dizer mais???



Pra mim, não tem coisa melhor do que cortar Minas inteira de carro. Só assim para, literalmente, viajar pelas montanhas de Minas. Eu não poderia ter nascido em outro lugar!



"Da janela lateral, do quarto de dormir
Vejo uma igreja, um sinal de glória
Vejo um muro branco e um vôo, pássaro
Vejo uma grade, um velho sinal"




"Nasci nas Minas Gerais. Minas não tem mar. Minas tem montanhas, matas e tem céu.
Minas não tem mar. Lá, quem quiser navegar, tem de aprender que o mar de Minas é em outro lugar.

O mar de Minas não é no mar.
O mar de Minas é no céu,
pro mundo olhar pra cima e navegar
sem nunca ter um porto onde chegar".
Rubem Alves

4 comentários:

Mamãe Nathi disse...

Que fotos mais lindas!!!
Tenho que conhecer Minas Gerais!

Beijos***

Anônimo disse...

OhMinas Gerais quem te conhece não esquece jamais...Realmente não temos mar mas temos lugares maravilhosos para serem explorados. Cada dia mais saudade de vocês. Você é uma ótima representante mineira: sabe explorar os lugares. Cada dia Descobre lugares e maravilhosos. Você realmente é um mineira orgulhosa de ser mineira. Você cada vez descobre lugares maravilhosos.Você é uma mineira de coração. Amo muito vocês. Beijos. Vovó Valéria.

Anônimo disse...

OhMinas Gerais quem te conhece não esquece jamais...Realmente não temos mar mas temos lugares maravilhosos para serem explorados. Cada dia mais saudade de vocês. Você é uma ótima representante mineira: sabe explorar os lugares. Cada dia Descobre lugares e maravilhosos. Você realmente é um mineira orgulhosa de ser mineira. Você cada vez descobre lugares maravilhosos.Você é uma mineira de coração. Amo muito vocês. Beijos. Vovó Valéria.

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
Que maravilha de post e de fotos. E para encerrar uma bela poesia de Rubem Alves. Obrigada.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... continua com a série mitologia dos orixás como eu havia prometido: hoje eu escrevo sobre a lenda da criação. Se puder, passa por lá.
Tenha um bom dia.
Beijo grande,
Saudações Florestais !