O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

5 de maio de 2008

Moqueca baiana



Uma das coisas que tive que aprender quando vim morar no Nordeste era como fazer a famosa moqueca. Primeiro em Alagoas, depois aqui na Bahia.

Claro que a tradicional mesmo é a moqueca baiana (apesar da briga com o capixaba, que por razões óbvias e de naturalidade prefiro ficar de fora!).

Em Alagoas, a maneira de fazer é praticamente a mesma do baiano. A diferença é que lá não se usa o azeite de dendê!

Bom, vamos aos "finalmentes". Gosto das duas! Esses dias, aqui em casa, fiz a baiana, já que o marido gosta de um dendê!!!! Mas vale ressaltar: faço como já vi e aprendi, mas cada um tem seu toque, seu segredo. E não sou nenhuma expert em moqueca. Portanto, não tenho propriedade para falar desta delícia. Sendo assim, erros são aceitáveis. Mas vou logo dizendo: a minha moqueca é o que há de bom!!! Já me sinto até meio baiana quando me meto a fazer uma.... (hohohohoho)

É muito fácil e rápido. Não tem segredo.
Na quinta-feira (02/05) fiz uma Moqueca de Caçonete (filhote de tubarão). É essa aí da foto acima....
Usei: dois tomates, uma cebola, um pedaço de pimentão verde, coloral (tem gente que não usa), coentro, um vidro grande de leite de coco e pouco mais de uma colher (chá) de azeite de dendê (não gosto de usar muito, mas o baiano "enche a mão").

Cortei as cebolas e dei uma leve refogada no azeite doce (extra-virgem). Foi só até o ponto de murchar as cebolas. Aí coloquei os tomates picadinhos em cubinhos (com pele e sementes), o pimentão e o coloral. Deixei dar uma refogada e soltar um caldinho. Então coloquei um pouco de sal e depois o leite de coco e um pouco de coentro (fundamental para dar o verdadeiro sabor!!!). Por último, coloquei as postas de caçonete (cinco postas pequenas, que já estavam previamente temperadas com sal e limão) e a colherzinha de dendê!

Atenção!!! Depois de colocar o peixe não pode mexer, caso contrário ele vai despedaçar na panela!!!

Viu como é fácil???? Depois de uns vinte minutos o peixe está cozido. Aí e só colocar mais coentro e servir!!!!

Obs: fica gostoso também usar pimenta de cheiro (aquela que não arde) durante o cozimento... Como eu não tinha em casa, ficou sem!!!!

Para quem gosta de pirão, como eu, é só coar um pouco do caldo do cozimento e levar ao fogo com farinha numa panela à parte....

Bom apetite!!!

9 comentários:

Laurinha disse...

Deve ter ficado muito boa mesmo!!!
Beijinhos,

Anônimo disse...

Oi, Camila! Aqui é o Mitchel, lembra de mim? Passei pra te deixar um grande beijo e te parabenizar pelo filhote. A minha mãe te assiste sempre e me contou sobre a gravidez. Fico muito feliz por você. Arrumei as malas, parti, deixei a Bahia pra apostar em uma nova empreitada. Estou em SP e por aqui as coisas se ajeitam. Tudo de bom pra ti, menina!
Bjos

Favuca disse...

Nossa, acho que vou me aventurar na cozinha também.

Allan Robert P. J. disse...

Sua moqueca estava indo tão bem...
Pra que tinha que colocar coentro? Troque por salsinha.
:)

Bete disse...

Hummmm! Que delícia!
Adoro moqueca, fiquei com água na boca.
Bjs!

Jurandy Boa Morte disse...

Camila querida,

Já acompanho seu blog a algum tempo, na verdade desde sua cobertura dos 100 anos de D. Canô, quando vc postou uma crítica sobre a deselegancia de Irene em tratar os repórteres, daí para k fiquei fã de seu blog, tanto pelas dicas de comida (que vc faz de forma tão simples e divertida), quanto pela sua escrita solta, correta e fluida, boa de se ler... adoro ouvir suas histórias e a forma como vc o faz... nem falo dos pratos e dicas culinárias, MARAVILHOSOS!... desta vez resolvi deixar um recado elogiando seu espaço e predisposição de dividir com desconhecidos suas histórias... Continue! Forte abraço e que seu filho venha cheio de saúde...

Geórgia disse...

Adorei a rapidez desse prato. Será a próxima receita de peixe, pois adoro pirão. Bjs.

Camila Marinho disse...

Laurinha, ficou show, modéstia à parte. Bjos

Mitchel, of course que eu me lembro de você!!! Imagina se iria me esquecer!!! Menino, eu soube que você tinha ido pra SP. Espero, de coração, que tudo dê certo aí pra você, pois merece. Obrigada pelo carinho de sempre e boa sorte aí. Vê se não some. Um beijão.

Oi Favuca, deveria se aventurar mesmo... Comece pelo básico ou coisas simples de fazer. Tenho certeza que vai amar! Bjo

Allan, confesso que não gostava muito de coentro. Aliás, até hoje acho que coentro só vai bem com algumas coisas, por exemplo o peixe. O Nordestino tem mania de colocar coentro em tudo, o que não gosto. Gosto mesmo é de uma boa salsinha e cebolinha!!! Mas na moqueca o coentrinho fica tudo de bom. Além do mais, se eu não colocar o marido morre!!! Bjos

Bete, pode ficar com água na boca, porque realmente é tudo de bom. Bjos

Jurandy, que elogio bacana. Confesso que fiquei muito feliz com o que escreveu. Saber que posso agradar através das palavras, com um singelo blog, é realmente uma maravilha. Bom saber que vem sempre por aqui. Não perca esse costume. Espero você aqui sempre! Bjos e muito obrigada.

Geórgia, também sou apaixonada por pirão!!! Pode fazer que é certo!!! Bjos

marujo disse...

Prezados(as) Senhores (as)
A FRIMONTE é uma empresa especializada no beneficiamento e comercialização de camarões defumados, criados em cativeiro, selecionados e preparados de maneira especial para o mercado consumidor.
Qualidade, profissionalismo e respeito ao cliente são marcas que sempre caminharam juntas na trajetória da empresa. Além desses, outro diferencial é a maneira como o camarão é beneficiado: abatido a uma temperatura de 0 graus, evitando a liberação de toxinas que comprometeriam a durabilidade do produto, garantindo, para o consumidor final, a preservação da coloração, da textura e do sabor original.
A participação da empresa no mercado Baiano cresce constantemente. A Frimonte® tem sua produção direcionada para o mercado das baianas de acarajé, os supermercados, os distribuidores, os restaurantes e também nossa loja virtual.
Aproveitamos a oportunidade para convidar à acessar o nosso site www.frimonte.com.br onde poderão obter maiores informações sobre os nossos produtos.
TEMOS PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDAS E RESTAURANTES. SOLICITE CONTATO.
Desde já nos colocamos a disposição para maiores esclarecimentos pelos meios abaixo:
Telefone: (75) 3643 1770
e-mail: junior@frimonte.com.br
Sem mais para o momento, agradeço a atenção

Vivaldo Oiticica Júnior
Fone: (75)3643-1770
e-mail: junior@frimonte.com.br