O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

12 de julho de 2010

Paraguai ou Argentina??? O resultado das compras...

Na recente viagem para Foz do Iguaçu aproveitei para renovar meu estoque de maquiagem, coisa que adooooro!!! Inclui no roteiro uma ida ao Paraguai e à Argentina.

Se você também pretende ir a esses lugares e está na dúvida de onde e o quê comprar, preste atenção nessas dicas:

* O Duty Free de Puerto Iguazu, na Argentina, é pequeno, portanto não vá pensando que vai encontrar de tudo. A variedade é pequena.
* No Paraguai tem muita coisa de origem duvidosa. Mas algumas lojas e shoppings são super confiáveis.
* O ideal é ir primeiro ao Paraguai e depois ao Duty Free, já que neste último é possível ter uma noção do que tem lá através do site (clique aqui). Agora, se você estiver com tempo, sugiro o seguinte roteiro: ir ao Free Shopping (só para olhar preços e produtos), depois ir ao Paraguai (e comprar o que achar que vale a pena) e, então, voltar novamente ao Duty Free (aí sim comprar o que não encontrou no Paraguai).
* No Duty Free compensa comprar tênis e roupa (tem preços mais em conta, porém uma variedade beeemmmm menor).
* Se o seu interesse são perfumes, a dica é deixar para comprar tudo no Paraguai, nas lojas confiáveis. São bem mais baratos do que na Argentina, em torno de 20 dólares de diferença. Mas atenção!!! Nem todas as lojas do Paraguai tem perfumes abertos para sentir a fragrância. Por isso, já vá sabendo qual é o perfume que você quer. Ou então, experimente tudo no Duty Free e deixe apenas para comprar no Paraguai.
* Com relação a maquiagens, a diferença de preço não é muito grande. A não ser de produtos da Revlon. Esses sim tinham uma diferença em torno de 5 dólares (pode não parecer muito, mas no fim faz toda diferença). No Duty Free não tem MAC, mas tem todas as outras maquiagens. Já no Paraguai algumas lojas até vendem MAC. Porém Dior e Lâncome eu só encontrei em 2 lojas: Dior na Americanas, e Lâncome na Monalisa (mesmo assim com pouquíssima variedade). Clinique também não tem em todas as lojas. E quando tem são poucos produtos. A única marca que realmente compensa comprar no Paraguai é a Revlon. Além de ser vendida em tudo quanto é loja, é bem mais barata do que no Duty Free.
* Como eletrônicos não eram meu foco, não posso dizer com certeza. Mas cheguei a ler em alguns sites que no Paraguai vale muito mais a pena (claro que quando comprados em lojas confiáveis).
* E por falar em lojas confiáveis, tem muitas no Shopping Ciudad del Este (que fica logo após a Ponte da Amizade). Outras são a Macedônia, Americanas e Monalisa. Esta última tem de tudo. Desde maquiagens, tênis e perfumes, até roupas, aparelhos eletrônicos e equipamentos de esporte (tênis, golfe, etc). É loja de primeiro mundo, com 5 ou mais andares.
* Como adoro ver coisinhas de camelô (há sempre uns achados), neles eu comprei um aparelhinho à pilha de tirar bolinhas de roupa (por 5 reais) + 2 meias quentinhas (5 reais as duas) e + uma babucha (na verdade uma falsa crock para Samuel que me custou 7 reais). Me arrependi de não ter comprado uma manta quentinha, vendida por 20 reais pelos camelôs.
* Outra coisa importante: só pergunte o preço de algum produto a uma "camelô andante"(aquele que não tem barraca, e sim sacolas) se realmente estiver muito afim de comprar. É que eles ficam na cola! São tão chatos e insistentes a ponto de lhe seguir (para ver se você vai comprar em outro camelô) e então tentar vender o produto ainda mais barato. E olhe que eu gosto de pechincha. Mas eles são realmente muito, muito chatos.
* Quanto a comprar em dólares ou reais no Paraguai, o melhor é usar o real mesmo. Os paraguaios usam a cotação do dia, o que é bem mais honesto. E muitas lojas ainda dão descontos (algumas de até 15%) se você comprar à vista, no cash.
* Cartão de crédito só use em caso de EXTREMA NECESSIDADE. Há sempre uma taxa que eles acrescentam ao valor da compra. Não vale a pena! Mesmo!!!
* Óculos também compensa comprar no Paraguai. A diferença e a variedade são gritantes. Comprei um para o maridão no Duty Free e depois vi que custava cerca de 20 dólares a menos no Paraguai. :(

As maquiagens que eu trouxe estão na foto abaixo.
1 - Pó fácial da Clinique. Esse é mais do que perfeito! Lançamento, ele é a base de minerais e ainda vem com um pincel retrátil. Custou só 18 dólares na Monalisa. Ou 30 reais.
OBS: O pó que eu atualmente uso também é da Clinique, porém é o da embalagem verdinha e não é à base de minerais. E Clinique, caras amigas, é tudo de bom. Além de anti-alérgico.
2 - Rímel da Clinique que alonga e dá um ultra-efeito nos cílios. Custou 14 dólares no Duty Free.
3 - Delineador da Clinique (já percebeu minha quedinha por Clinique né?). Até então eu não usava delineador (fazia o traço com o lápis mesmo). Mas depois que provei esse, amei! Basta um pouquinho de treino para fazer o traço certo. Também custou 14 dólares no Duty Free.
4 - Rímel Diorshow. O nome já diz tudo né??? Show, show!!! PODEROSO, ainda mais para quem não nasceu com cílios de boneca, como eu. Paguei 24 dólares na Americanas, do Paraguai. Em reais saiu R$45,80!
5 - Batom Lâncome. Esse é MARA (vilhoso). Fica um tom rosa, meio cor de boca saudável. Perfeito! Além do mais, tem hidratação e fator de proteção. O nome é L'absolu Rouge, número 6. Custou 24 dólares no Duty Free.
6 - Lápis de olho da Revlon. Custou 9 dólares no Duty Free. O bom é que tem longa duração e não desmancha depois de muito tempo de uso. Ou seja, você não vai ficar com cara de "puta amanhecida".
7 - Este blush é o que eu, carinhosamente, apelidei há 5 anos de "Bronzieitor Tabajara", já que dá uma aparência de "fui à praia e peguei um solzinho saudável". É o Bronze Star, da Lancôme. Simplesmente perfeito e o meu favorito. Além de maravilhoso, é super prático para passar. Eu já tinha usado ele há alguns anos. Quando acabou, comprei um similar, do Boticário, que custa em torno de 50 reais. Mas top mesmo é esse, da Lancôme. São 38 dólares bem gastos no Duty Free.
8 - Essas sombras da Revlon são muito boas! E foram um achado!!! Eu já tinha um estojo de cores que comprei no Free Shopping do Uruguai, no início do ano. Na época custou 12 dólares. No Duty Free, da Argentina, estava 10 dólares. Mas na loja Macedônia, do Paraguai, encontrei a 4,70 dólares cada estojo. Em reais, paguei R$ 26,80 pelos 3 estojos. Me diz onde é que eu compro por esse preço???? Aqui no Brasil cada um sai em média 50 reais.

5 comentários:

Sheila disse...

Adoro estas sombras n 8 tb, comprou barato pois comprei mês passado em Miami pou usd 7,00!bj

Suzana disse...

Adoroooooooo!!! Vc ia fazer a festa aqui na Mac!!! Uma maravilha essa marca, dior entao!! Aqui esta na epoca de saldos e vc nem imagina o preço!!! Dezembro estarei ai em BH, qualquer coisa que precisar me fala q eu levo pra vc!! bjus

sindy disse...

OLÁ, TUDO BEM?
Vi seus comentários e gsotaria de saber c vc n viu cilios postiços lá no paraguay. A cada dia eles ficam mais caros e para um compra grande talvez lá vale a pena. Obrigadaa...
Sindy bugay@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Olá!Gostaria de saber se vc chegou a ir a loja da diesel no paraguai,e se vale a pena?????

Obrigada!

Camila disse...

Na Argentina, os produtos de beleza são caros. Eu recomendo comprar no Paraguai. Eu achei esmaltes revlon
muito baratos e bonitos cores. Beijos