O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

7 de outubro de 2007

Você tem medo de quê?

Na última semana entrevistei muitas crianças (para uma série de reportagens) e ouvi delas inúmeras histórias. Muitas sobre medo! Perguntei de que tinham medo e ouvi desde os clássicos bicho-papão, homem do saco, bruxas e monstros até o medo mais recente, que é o da violência (e que não apenas as crianças têm medo, mas os adultos também).


Foi interessante, porque elas apertaram o botãozinho da imaginação e falaram sobre todos os monstros que fazem das noites de infância um terrível pesadelo, o que me fez lembrar dos tempos de criança. Uma das crianças citou as lendas, e me falou sobre a da loira do banheiro, que segundo ela aparece toda vez que uma criança joga 3 fios de cabelos (loiro) no vaso, dá três descargas e chuta o vazo três vezes... É demais, não??? Quem vai fazer isso eu não sei... mas foi engraçado ouvir a história. Como elas imaginam!!!! Me lembrei da lenda da "Loira do Bonfim" em Belo Horizonte, que me deixava assustadíssima.

" Loira do Bonfim é um personagem mitológico da cidade de Belo Horizonte. Na década de 1950 ficou conhecida na cidade a lenda de uma mulher loira que conquistava os homens no centro da cidade e os convencia a ir na sua casa, no bairro do Bonfim. Ao chegar lá ela se dirigia ao cemitério e dizia ser ali sua morada" (FONTE: Wikipédia).


Eram muitas lendas e medos, alguns criados pelos próprios amigos. Certa vez, uma amiga me contou uma história aterrorizante e disse:
- "Você só pode lavar suas mãos quando sua mãe chegar em casa, na frente dela. Caso contrário, um homem velho vai aparecer para você".
E não é que me esqueci e lavei antes???? Quase nem dormi direito, com medo do tal homem velho. Claro, ele nunca apareceu. Mas o medo de "assombração" e escuro eu não perdi e guardo até hoje.

É impressionante, mas eu tenho um medo terrível de espíritos.... Só de pensar que alguém pode estar ao meu lado, eu já fico assustada. Meu marido diz que tenho medo até da minha sombra, e acho que é verdade.

Às vezes, quando acordo no meio da noite nem abro os olhos. Fico com medo de ver alguma coisa... É engraçado porque apenas única vez eu tive a impressão de ver alguém, e isso foi há bem pouco tempo, menos de um ano talvez.

Eu estava em Arapiraca, no interior de Alagoas, na casa da minha sogra. Acordei no meio da noite, e quando olhei para a janela posso jurar que vi o rosto de um homem. Não podia ser ninguém (vivo) porque a janela não dava para a rua e o único homem que estava na casa dormia ao meu lado...Portanto, impossível. Imediatamente virei para o outro lado, fechei os olhos e me cobri toda. A respiração ficou tão ofegante que meu marido acordou e perguntou o que era. À princípio eu não tive coragem de dizer o que era (com medo), mas como ele pensou que eu estava passando mal eu tive que contar. Ele disse que eu estava imaginando coisas e disse que iria buscar água. A possibilidade de ficar sozinha no escuro me amedrontou ainda mais e pedi que acendesse a luz (como se a luz acesa fizesse ir embora todos os meus medos). Me lembro que foi um susto tão grande que fiquei ainda mais impressionada e com mais medo das "assombrações".

Claro que muita coisa é fruto da nossa imaginação (a minha muito fértil por sinal). Para evitar uma noite desagradável, vou parando por aqui que já estou prestes a dormir.

Pra adoçar o dia (e as noites de medo), fica a sugestão de um torta de morangos. Fiz no domingo passado, para um almoço entre amigos.

INGREDIENTES
Massa:
- 250g de farinha de trigo
- 75g de açúcar de confeiteiro
- 1 colher (sobremesa) açúcar de baunilha
- 1 colher (café) rasa de sal
- 150g de manteiga sem sal, gelada e picada
- 1 ovo ligeiramente batido
- 1 colher (sobremesa) de raspas de limão ou de laranja

Creme de Confeiteiro:
- 5 gemas de ovos peneiradas
- 1 lata de leite condensado
- 60g farinha de trigo
- 60g amido de milho
- 750 ml de leite
- 1 colher (sopa) de manteiga sem sal
- 1 colher (chá) de essência de baunilha
- 1 colher (sopa) de conhaque ou rum

Cobertura:
- 500 g de morangos médios, lavados e cortados ao meio
OPCIONAL: Geléia de brilho vermelha (não usei)
- 100g de xerém de caju ou pistaches triturados

MODO DE PREPARO:
Massa:
Em uma bacia grande coloque a farinha, os açúcares, o sal e a manteiga gelada e vá esfarelando com a ponta dos dedos até obter uma farofa úmida. Junte os demais ingredientes e amasse com a ponta dos dedos até obter uma massa lisa e homogênea. Deixe a massa pronta gelar por 30 minutos, forre uma forma própria, fure o fundo da massa com um garfo e asse em forno pré-aquecido à 180ºC até dourar.

Creme:
Em uma panela grande coloque o leite condensado, as gemas, a farinha de trigo, o amido de milho e misture ate ficar homogêneo. Junte o leite e leve ao fogo, mexendo sempre, até obter um creme firme e brilhante. Junte a manteiga e deixe esfriar completamente. Por último, bata o creme rapidamente na batedeira, agregue os aromas e coloque sobre a massa já assada.

Montagem da Torta:
Depois de colocar o creme, distribua morangos e finalize com o brilho de cobertura e o xerém de caju triturado em toda a volta (opcional).

CONSIDERAÇÕES:
A massa é uma delícia e rende bastante. Para se ter uma idéia, fiz uma fôrma grande e outras 4 menores (do tipo mini). Ainda guardei mais um pouco da massa e usei para uma torta de uvas (que falarei num próximo post). A massa fica como um biscoito meio amanteigado....perfeita!!!!!
O creme é gostoso, mas acho que a farinha poderia ficar de fora, pois dá um aspecto "pesado" à massa. Essa é uma observação minha (e única), pois todo mundo que comeu a-do-rou!

12 comentários:

Carla disse...

Camila, este seu texto sobre assombrações mostra que afinal não sou a única a ter este medo!

Digo isto porque o meu pai está sempre a dizer "és uma rapariga com 21 anos e ainda pensas nessas coisas!". Eu tento não pensar muito nisso pois também tenho uma imaginação muito fértil. Mas às vezes não dá para evitar.
Quando durmo com os amigos( eles sabem que tenho respeito por esses assuntos) eles fazem questão de contar histórias/lendas sobre assombrações, bruxas e espíritos. Mas este verão depois de contarem uma história da aldeia onde estávamos a passar a noite, a luz da rua ficou mais fraca e bem... ninguém pregava olho, então tiveram de fechar a janela. eheh virou-se o feitiço contra o feiticeiro!
Experiências a dormir só tive uma vez, quando acordei a meio da noite vi a minha avó em pé, encostada à minha cama. Parecia uma névoa, uma silhueta branca e mal definida. Mas felizmente a minha avó ainda está vida e aquilo não passou de mais um momento de imaginação muito fértil =P

A sua tarte está com um aspecto delicioso, já comia uma fatia. E o recheio deve ser bom, leva leite condensado: a minha perdição! Costumo fazer esse creme (com algumas alterações) mas só coloco um pouco (+- 1 colher sopa) de farinha de amido diluída em leite. Deixo levantar fervura. Se vir que o creme continua muito líquido coloco mais um pouco. Experimente pode ser que não fique um recheio tão "pesado"!

Bjs e continuação de boas reportagens!

Carla disse...

ups exagerei no comentário, sorry =|

***

Migas disse...

Realmente também não gosto nada de ficar no escuro...e já não tinhamos idade para isso, não é? Mas acho que com o tempo e após nos expormos a certos desafios, esses medos vão desaparecendo!
Quanto à tarte, está absolutamente tentadora! O recheio deve ser óptimo e esses morangos estão mesmo a pedir uma trinca! :o)

Márcia disse...

Já q não é para falar mais de medos, vamo´ combinar que esta torta ficou o que há, hein???
Pelamor, estou babando aqui!!! Se marido vir, delira!!!!
Bjos.

Camila Marinho disse...

Carla, adorei o que escreveu. Foi bom que vi que não sou a única a ter medos já nesta idade....

migas e márcia, essa torta realmente é sucesso certo. Muito boa! e não da tanto trabalho... a não ser que se faça em fôrmas individuais.

Nani do Paulo disse...

Camila adorei teu blog, essa mistura de jornalismo, cozinha... Combinação perfeita!
Adorei tuas receitas!
Agora só uma coisinha que eu não gostei, você tinha que ser atleticana? hehehe Tudo na vida tem um defeitinho!rsrsrs
Bem já deu pra perceber que eu torço pro Cruzeiro né!?
Bem espero que você não se importe com brincadeiras.
Adorei sua visita, volte sempre!
Beijos, Nani!

Camila Marinho disse...

Nani,
Que bom que gostou daqui. Venha sempre e sinta-se em casa. Agora, fala sério.. cruzeiro??? Que mal gosto. Mas é como disse: "tudo na vida tem um defeitinho"...
Tudo bem, receitas receitas, futebol à parte. bjos

isabella leal disse...

Cá,a cada dia q entro no seu blog me surpreendo ainda +! Vc e suas histórias hilárias! morro de rir aki sozinha lembrando dos velhos tempos. Eu já sabia deste seu medo...acho q tdos nós temos medo de alguma coisa,mas nunca temos coragem de expor as coisas da nossa mente. Mas qto ao seu medo de escuro, medo de acordar a noite, deixo escrito aki pra vc e tdos que "sofrem" com isso um versículo lindo da Bíblia: " Em paz me deito e logo pego no sono, porque só tu Senhor me faz repousar seguro".
(salmo 3:8)Lembre-se desta passagem e fale ela sempre que vc sentir medo, pq Deus é um Deus de segurança, e aquele q nele crê, tdo pode, tdo suporta! Que Jesus te abençoe e te guarde de tdo mal!
Grande beijo amiga! saudades!

Camila Marinho disse...

Bel, vc e suas sábias palavras... Eu sempre rezo, penso em Deus... Agora, com esse versículo lindo, vou me sentir ainda mais segura. Obrigada amiga. Bjos
Saudades

Laurinha disse...

Que delícia de blog, dei uma zanzada e adorei! Virei mais vezes!
Agora esta torta, que delícia, hein! Tudo de bom!
Beijinhos,

Camila Marinho disse...

Oi Laura,
Obrigada, venha sempre por aqui!
Sobre a torta....a foto diz tudo né?
Um beijo

Marcia disse...

Camila, que delicia esta mistura de histórias com receitas! Mas, com uma fatia desta torta para adoçar a mente e amolecer o coração, ninguém vai lembrar de ter medo de nada.
Obrigada pela visita.
Beijo