O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

18 de março de 2009

Meia década...

Tudo começou com uma entrevista. Eu, repórter. Ele, jogador de futebol.

O dia era 25 de fevereiro de 2004. Uma terça-feira de carnaval.
Quem deveria ter ido ao treino era um outro repórter, que normalmente cobria futebol. Mas ele estava de folga no dia. E a matéria acabou ficando pra mim.

Apesar de adorar futebol, me lembro que a idéia de cobrir o tal treino não me parecia muito interessante. Afinal, eu era recente na cidade e pouco sabia sobre os times de Maceió.

Mas segui com a minha função. Foi engraçado porque eu já havia entrevistado alguns jogadores quando um ajudante do time me perguntou se eu gostaria de entrevistar o goleiro. Antes mesmo de responder, já pensei numa frase para encaixar o goleiro no meu texto: "fulano, que tem a responsabilidade nas mãos, blá, blá, blá..."

- "Ok. Pode trazer o goleiro". - disse eu ao homem.

O goleiro veio e a assim que o cumprimentei ele me fez uma pergunta:

- "Você é mineira, não é??"
- "Sou sim" - respondi com uma risadinha...

E segui com a entrevista. Fiz as perguntas e agradeci. Enquanto "rabiscava" o texto, ele ficou ao meu lado puxando conversa. Mas logo se despediu por causa do início do treino...

Uma semana depois, o repórter de esporte chegou na redação e me perguntou se eu havia ido cobrir o treino de futebol. Também me perguntou se eu havia entrevistado o goleiro.

- "Sim, por quê????"
- "Ah, ele pediu seu telefone"
- respondeu ele.
- "Ai Klébs, depois eu dou"...

Mais uma semana se passou e o repórter, Klébs, chegou perto de mim e disse:
- "Camila, o goleiro quer seu telefone".
- "Ah não Klébs, não tô afim não"...
- "O que é que tem?? É só para conhecer mesmo".... - disse ele.
- "Tudo bem, pode dar"....
E encerrei a conversa.

Alguns dias depois o telefone toca. Era o tal goleiro me chamando para sair.
Inventei uma desculpa.

No dia seguinte, mais uma ligação.
- "Ah, estou com dor de cabeça"! - menti.

E no outro dia, nova ligação:
- "Ah, vou trabalhar até mais tarde" - menti novamente.

Apesar disso, fiquei com dó do pobre coitado e resolvi ligar de volta. Mas só liguei porque eu sabia que ele estaria concentrado para o jogo e não poderia sair. Ele não atendeu, mas eu deixei um recado (só para não parecer mal educada).

No dia seguinte ao recado, meu celular ficou desligado praticamente o tempo todo (por outros motivos). No único momento em que liguei o celular o telefone tocou.

Era ele me chamando para sair. Mas nesse dia ele nem me deu tempo de negar. Eu acabei indo...Era 18 de março de 2004! Naquele dia começava a minha história de amor...

Estava escrito. Tinha que ser...Era o destino pregando uma peça... Não adiantava fugir..

Um mês e meio depois fomos morar juntos. Com nove meses casamos na igreja. E aqui estamos. Agora com um fruto desse amor, Samuel. Só tenho a agradecer a Deus pelo marido e pela vida que ele me deu!

14 comentários:

Bel disse...

Ai, que história linda!
É bom ver que existem contos de fadas na vida real!
Parabéns pra vocês, sempre!!!

Cláudia M. disse...

Uau, que bela reportagem. Muito bonito.
Parabéns!

Sol disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sol disse...

Que história lindaaa!!!
Qdo tem que ser, é assim. Deus faz acontecer o melhor pra nossas vidas nos acasos. Que Seu amor esteja sempre presente na vida de vcs, unido-os cada dia mais!
Parabéns!
Bjks

Karla Maria disse...

Deus continue abençoando voc~es, Camila.
Parabéns. Lhes desejo mais um século juntos e felizes.
Bejim no pé de Samuellindofofo.

renata disse...

que lindo amiga...
temos mesmo que agradecer pela sorte de encontrar um amor tranquilo e gostoso.

Juliana disse...

ADorei a sua "matéria" de hoje!!!
Foi especial e muito romântica!!
Acredita que eu e meu marido nos casamos com 3 meses de namoro? rsrsrrs
Coisas que tem que acontecer né? E não troco essa minhavida por nada, minha família é um presente maravilhoso que Deus me deu!!
Mil beijocas e a foto está liiiinda!!!

Priscila Sant'Anna disse...

Camila,
Já tava com saudades!
E que delícia de post escreveste hoje! Muito linda tua história de amor! Parabéns para vocês e muitas felicidades, que venham mais 5 anos, depois mais 5 até as bodas de diamente!
E que o amor é tão lindo que presenteou vcs com o presente mais especial que pode haver: o Sam.
Bjs,
Pri

Nathália Martins disse...

Que história de amor, linda!!!
Que haja sempre muito, muito amor!
Bjs***

Iza disse...

Olá Camila, tudo bem?
Sou noiva de Emerson (vcs trabalharam juntos na Tv Bahia e já fomos apresentadas, espero que lembre de mim)...
Não posso deixar de comentar...
Linda história! Eu já havia lido em um outro post um pouco da história de vcs dois, mas já faz um bom tempo...
Sempre que posso visito seu cantinho, vejo suas receitas, as fotos do Samuel, mas confesso que nunca comentei...
Parabéns pra vcs três!
Dias felizes SEMPRE!
beijo grande,
Iza

Dany disse...

Que linda história!
Parabéns pela data!
Que Deus sempre esteja abençoando essa linda família!
bj

Anônimo disse...

Parabéns mais uma vez. Coisas do destino. Vocês realmente mostram a todos nós a família maravilhosa que são. Você, Marcones e Samuel. É de tirar o chapéu. Amor, companheirismo, respeito, admiração, fidelidade e muitas outras coisas mais. Muitas e muitas meis décadas vocês irão comemorar. Amo muito vocês. Beijos. Vovó Valéria.

Suzana disse...

Que linda a historia de voces!!!Quanto tem que ser , nao tem jeito!
Parabens! E que Deus continue derramndo amor e bençaos pra voces sempre!
beijos felicidades sempre!!!

emmibi disse...

ai que lindooooooo
de fonte para marido!!!
é uma história de amor jornalística!
hehehehe