O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

9 de maio de 2010

A dor e a delícia de ser mãe

Foram as três horas e meia mais longas da minha vida.
Da sala de espera da emergência para a triagem.
Mais uma espera e enfim veio a avaliação médica.

- “É mãe... Ele está com muita secreção no pulmão. Dá para ver pela garganta! Está gotejando. Como ele está com esse histórico de febre e tosse há vários dias, vamos ter que pedir o raio-x do tórax. E também um exame laboratorial, de sangue.”

As palavras da médica soaram pesadas e assustadoras. Perguntei como era possível, já que cinco dias antes ele havia estado na emergência e nada fora diagnosticado.

- “Isso é assim mesmo mãe. Evolui muito rápido mesmo. Vou te dar um exemplo que aconteceu na semana passada. Uma menina de 3 anos chegou aqui com uma gripezinha e febre pontual. Nada grave. Falei com a mãe que fizesse nebulização e desse um anti-térmico. Isso aconteceu às 7 da manhã. No fim do dia ela retornou com a mãe. Por coincidência eu ainda estava aqui e examinei a menina novamente. Ela já estava cheia de secreção. O diagnóstico foi pneumonia. E ela teve que ser internada.”

Ou seja, pela história que contou, tudo indicava que meu anjo, meu Bebeco, meu Samuel, também estava com pneumonia. Gelei. Saí da sala e fui com marido e Bebeco no colo para uma área mais afastada. Chorei, chorei e chorei. Não podia acreditar no que estava acontecendo. Um filme passou pela cabeça. E eu só rezava para que não fosse verdade. Não com ele!

E então o nome dele foi anunciado. Hora do exame de sangue. Mais um sofrimento, coitadinho. Sorte que a médica acertou a veia de primeira. Saímos da sala e não demorou muito para ser chamado para o raio-x.

Assim que terminou eu perguntei:
- “E aí doutor? Tudo bem?
- “Com a parte técnica sim. O resto é com o médico.”
– curto e grosso o tal radiologista.

Então, só restava esperar que o médico chamasse para dar o resultado dos exames.
Nessa espera, acabei conhecendo Janaína, cujo filho Danilo também se encontrava em situação parecida. Por coincidência ela conhecia Bebeco do blog. Mundo pequeno esse viu??? Conversando, consegui relaxar um pouco.

E depois de muita espera veio o chamado. Fui com o coração na mão! A médica pediu que eu sentasse. E então disse que ele realmente estava com um pouco de catarro no pulmão e que o exame tinha apontado uma pequena infecção.

- É uma pneumonia leve. Início de pneumonia. Mas não vai precisar internar. Vou receitar um antibiótico, que ele vai tomar por 10 dias, e alguns cuidados. Se a febre não baixar, se ele tiver queda no estado ou notar que não melhorou depois de 2 dias do antibiótico tem que voltar”.

Confesso que respirei aliviada. Mas me senti culpada por não ter levado ele antes para o hospital. Foi tudo tão rápido e imperceptível que eu não sei nem explicar.

Foi a primeira forte gripe de Bebeco. Uma reação da segunda dose da H1N1, que ele tomou no dia 26 de abril. No dia 28 e 29 teve febre. E ali começou uma tosse de catarro. No dia primeiro de maio liguei para a médica, que receitou um expectorante. Ele tomou por cinco dias, conforme a recomendação. Mas ainda assim a tosse continuou. E na última sexta-feira veio uma febre à noite. Pensei que fosse por causa de um dente, que está nascendo. Dei anti-térmico e a febre só baixou por pouco tempo. Às seis da manhã de sábado ele estava com 39 de febre. Dei remédio e baixou. Mas ele passou o dia prostrado. Só chorava e queria colo o tempo inteiro. De tarde a febre voltou. Mais uma vez dei remédio. E marido achou melhor levar para a emergência. Concordei, afinal ele estava totalmente diferente do que é. Nem parecia o meu Bebeco super ativo. Acho que foi Deus que nos levou até lá.

Agora estamos tratando essa leve pneumonia. Hoje, Dia das Mães, ele voltou a ser o que era. Já tomou 3 doses do antibiótico e não teve mais febre. Deus realmente está conosco.

E tudo disso me fez pensar como mãe sofre! É lindo, é maravilhoso ser mãe. Mas tudo dói na gente! Dói na alma. Só de pensar que algo pode estar errado com Bebeco fico em pânico. Começa uma preocupação, um medo, uma sensação ruim. Que só alivia quando a gente percebe que o filho está bem!!!

É a dor e a delícia de ser mãe!

P.S: Janaína, depois mande notícias do Danilo.

E para todas vocês, mães ou futuras mamães, que acompanham o blog, Feliz Dia das Mães !!!

Feliz Dia das Mães para minha mãe maravilhosa. Sem ela eu não existiria! Te amo!

6 comentários:

Anônimo disse...

Ser mãe é maravilhoso, mas infelizmente tem os tropeços. Com eles sofremos, aprendemos e crescemos. A nossa tarefa de mãe é ardua e dolorosa. Mas graças a Deus os momentos de alegria são gratificantes. SOMOS MÃES, GUERREIRAS, BATALHADORAS. Meu Bebeco está sendo muito bem cuidado. O instinto de mãe não falha. Deus nos acende a luz, corremos atrás, e resolvemos. A cada amanhecer ele estará cada vez melhor. Amo muito vocês.Contagem regressiva. Que todos os seus dias como mãe sejam abençoados. Todos os dias é dia das mães. Nossa missão não termina nunca. Pode crescer, virar homem ou mulher que continuamos uma galinha chocando seus ovos com muito cuidado para não serem incomodados. FELIZ DIA DAS MÃES. Amo muito vocês. Beijos. Vovó Valéria

Adriana disse...

Oi Camila! há quanto tempo eu não passo por aqui! que chato o que aconteceu com o seu pequeno, a gente sofre tanto em vê-los assim não é? me fez lembrar a primeira vez que a Giulia ficoi doente, ela teve uma broqnuiolite ela tinha apenas 8 meses de vida. Tudo o que eu queria era poder colocá-la de volta na minha barriga aquele dia :(

Infelizmente essas doencinhas fazem parte da infancia, não deveriam, mas fazem.

Um beijo, e uma linda semana para vocês. Melhoras para o bebeco!!

Dri e Giulia

Suzana disse...

Que susto heim?! Mas que bom que ele ja foi medicado agora paciencia e cuidado! Ele é forte e vai se recuperar logo, voce vai ver!!
Espero que seu dia das maes tenha sido mais calmo e que voces tenham curtidos juntos!
Um feliz dia das maes pra vc(atrasado, mas vale)!!!
E mta saude ao Samuel! E que ele volte logo bem ativo, pra voce pra postar bastantes videos dele!!
beijos pra vcs e fiquem com Deus!!

Renata disse...

Bebeco melhora rapidinho Camila.....mas agora me bateu a dúvida de não dar a H1N1. ainda não dei. por pré-conceito mesmo. vacina sem tempo no mercado e tal.....bem..vou dar...mas ficar mais atenta com as reações. melhoras querida! nunca mais foi lá no blog hein? bjs

Anônimo disse...

Oi Camila,
Adorei conhecer vcs, Bebeco é um fofo e lindo, ele te pirraçando foi muito engraçado, com fé em Deus ele vai ficar logo bom. O Dan está melhorzinho, tanto que ontem nem vim trabalhar pq passei o dia com ele, começou tb a ter diarreia mais já está danado aprontando todas. Bjs no coração.
Como foi o dia das mães?

Anakoelho disse...

Olá!
Lendo sua narrativa sobre o bebê doentinho...,me fêz voltar no tempo com os meus pequenos já pssei por isso tudo,e não acaba nunca mais.Quando crescem todo sofrimento deles dói na alma da gente como disse.
Boa sorte pra vcs tudo de bom.



Ana.