O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

21 de setembro de 2010

Ela parece, mas não é...

Quem não conhece, acha que ela é antipática, nojenta e metida. De fato, eu preciso concordar. Parece mesmo. Ainda mais com aquele big olho "azul piscina"!

Se eu não a conhecesse, diria logo:
- "Menininha metida essa! Olha como anda. E como mexe no cabelo. Se acha!"

Mas ela só parece! Quem conhece sabe que não é nada disso. Que, na verdade, é uma boa menina. Honesta, sincera e amiga. Claro, com alguns defeitos. Mimadinha e, muitas vezes, sem juízo nenhum!

Mesmo com todos esses defeitos, como eu amo essa menina!!! Minha irmã Priscila!

Quando éramos mais novas, brigávamos por tudo. Afinal, 4 anos de diferença fazem toda "diferença" quando as idades se intercalam na adolescência. Engraçado foi o dia em que minha amiga Bel, depois de presenciar uma dessas brigas, chegou no meu ouvido e disse:
- Relaxa Cá. Ela tá na puberdade!

Demos muita risada, claro! Êta puberdade que custou a passar....
Me lembro de uma vez em que eu estava de paquera com um menino no play do prédio. E então surgiu Priscila, no auge de seus 11 anos de idade. Com a mão na cintura, parou e disse num tom bravo (como se fosse minha mãe):
- Camila, sobe agora!!! 
Beijos interrompidos e meu espanto....
- Quê  isso Priscila?
- Sobe Camila!!! Vou contar tudo pra mamãe!

Não obedeci às ordens da "pentelhinha". É claro que não subi!!! Mas o paquerinha nunca mais voltou!!!

Hoje, esses 4 anos de diferença não são nada! As brigas cessaram (talvez porque eu não conviva diariamente com ela...hehehe). E sempre quando nos encontramos e ficamos juntas, as risadas são certas. Acho que dou mais risada com ela do que com qualquer outra pessoa. Aquelas risadas gostosas, sabe? Gargalhadas intermináveis!

A sintonia é tanta que só pelo olhar sou capaz de saber o que ela está pensando. Adoro essa cumplicidade! Adoro sair de carro na companhia dela, com o som ligado e cantando bem alto!!! Adoro chegar em Belo Horizonte, desfilar de calcinha ou biquíni na frente dela, e perguntar:
- Veja se estou com muita celulite! - pergunto (já esperando ouvir uma piadinha)...
- Não, não tá não. Só tá parecendo a lua, cheia de crateras....

É claro que não sou essa visão do inferno. São apenas piadinhas e exageros, que retribuo no mesmo tom, quando ela também vem desfilar o corpinho na minha frente.
- Camila, vou andar... veja se tô muito f'lácida...
- Imagina. Tá igual a gelatina. Não corre de biquíni não... Senão vai passar vergonha com essa bunda balançando desse jeito!

Com ela, certamente fico mais jovem. Mas é claro que tem coisas que detesto nela. Como a frescura em provar qualquer prato diferente!  A teimosia... o orgulho... e às vezes ela ainda me faz passar vergonha. Como no último sábado, em que fomos juntas comprar calcinha numa loja de departamento aqui de Salvador. Eu já estava na fila do caixa, com as minhas peças na mão. E então, eis que ela surge de longe, com uma outra calcinha na mão....
- Camila, e essa? Gostou???
- Gostei... Mas vem cá.... (sussurrando) Precisa mostrar pra loja inteira qual é a calcinha que eu vou comprar???

Minutos depois, mais uma...
- Pega essa Camila.... É igual a minha. Tô até usando essa hoje.
- Sim Priscila. Você já falou isso várias vezes. Todo mundo já sabe a calcinha que você está usando.

Pois é... esse é minha irmã! Sem noção, "desmiolada", ora chata, ora adorável, metidinha, linda e pertubadora do meu juízo!!! Sem as besteiras dela eu não sobreviveria.

Com a "brancura omo"que chegou aqui, eu a apelidei de boneco de neve enfeitado (o biquíni é o enfeite)

Mas o negócio dela é vir para Salvador e sair daqui mega bronzeada. Como ela mesma se define, psico (ela gosta de falar "psaico") de sol!!!


 Psico de carnaval também!!! (*e essa crise de língua pra fora?)
Com ela, tudo é só alegria, alegria, alegria
E curtição! Aqui, na porta do mineirão, curtindo contra os cruzeirenses!
 



5 comentários:

Suzana disse...

Muito lindo a cumplicidade de vcs mesmo! E verdade que me lembro direitinho das brigas de vcs, eu mesmo presenciei varias e por nada! Mas ela era apenas uma criança, pré adolescente e com aquele carater que todo mundo conhece, ela falava com todo mundo, era hilaria! hahha tenho boas lembranças dessa epoca de infancia e de adolescencia no predio!Imaginei na hora a cena dela mandando vc ir subir.hahahha Familia é tudo de bom,apesar das brigas no final estao sempre unidas! Isso que é o mais importante! Bjusss pra vcs!

Meus dias de Mãe... disse...

Oi Camila!

Lembra de mim? trocamos vários e-mails quando nossos "bebês" eram realmente bebês...
Super legal a relação de amizade com a sua irmã!! Eu tb adoro a minha, se pudesse moraria bem pertinho...
Bjinhos

Priscila disse...

Meus Deusss!!!!! Vou ter que admitir que fiquei muito surpresa com a homenagem no blog, vou ter que admitir mais ainda que fiquei emocionada e mais ainda que assino embaixo de tudo que esta escrito. As palavras que vc usou são pequenas para descrever essa nossa cumplicidade que com certeza passou a ser maior após minha "puberdade" hahaha. Após a fase de brigas bobas, nos aproximamos mais, ficamos mais amigas e cumplices. E com certeza a distância não impede de aumentar mais e mais, pelo contrário, é ela que faz fortalecer e nos faz perceber o quanto a família é uma necessidade sincera(sem interesses) para nossas vidas. Assino embaixo quando vc diz que nossa cumplicidade é tão grande que nos entendemos no olhar. Não bastam palavras, mas sim o olhar. Concordo também quando vc lembra dos nossos casos(confesso que o beijo no play foi um pouco de ciúmes hahaha) que são muitoosss. Um deles foi quando em uma festa de família vc levantou meu vestido no meio da pista e cantavamos OSMANNN HAHAHAHA. Se eu for parar para contar vou postar em seu blog todos os dias para o resto da minha vida hahaha.Quantas risadas já demos juntas tb viu.Nem precisa fazer muito esforço, so de nos olharmos já começamos a rir hahaha. Inclusive hj ri sozinha na rua lembrando de vc(as pessoas me olhavam como uma louca). Enfim, fiquei muito feliz com a homenagem e apenas queria dizer o quanto sou abençoada de ter uma irmã como vc, que não troco por nadaaaaa neste mundo... O quanto tenho orgulho de vc e falo para todas as pessoas. O quanto de exemplo vc é em minha vida. Apenas obrigada por existir e mais ainda obrigada por ter me escolhido como madrinha do Samuel.obs: só não agradeço a foto da branca de neve hahaha
Te amo muito e nunca se esqueça disso.
Beijos

Anônimo disse...

Que lindo vcs duas.... emocionei em ambas leituras... saudade das duas!!! E dos velhos tempos também... ahhhh se aquele play do prédio falasse...rsrsrs bjus. Jaynne

Felipe One disse...

Muito legal essa cumplicidade, parabéns para as duas. Mesmo escrevendo em 2015 uma publicação de 2010. Tenho certeza que esse amor todo continua à tona, obvio! rsrsrs

Felicidades pra vcs

Obs.: Cheguei nesse post através de uma pesquisa sobre o Galão... hahaha E confesso que os olhos da sua irmã me fez entrar no seu blog. kkk