O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

12 de maio de 2007

Amor de mãe, avó e tia...


Engraçado como o “Dia das Mães” exerce uma força sobre todos nós. A gente sabe que é uma data estrategicamente usada pelo comércio para impulsionar as vendas....E deu tão certo que hoje ela é considerada a segunda melhor data para os lojistas, perdendo apenas para o Natal. Mas além da importância para as vendas, ela passou a exercer uma importância sentimental em todos nós. Dia das mães é todo dia, a gente sabe, mas passar o segundo domingo de maio ao lado de quem trouxe você ao mundo é algo excepcional. É uma pena que nem todos os filhos possam estar com suas mães neste domingo de maio. Seja porque as perderam ou até mesmo porque estão longe....No meu caso a distância de quase 1.500km me separa de minha mãe...Longe de casa, só poderei sentir o calor maternal pela voz doce de minha mãe ao telefone. Pelo segundo ano consecutivo não estarei ao lado dela neste dia, o que muito me entristece. Minha mãe é a melhor coisa que Deus poderia ter me dado na vida. E estar longe dela é algo que sinto todos os dias. Nestes três anos e meio fora de Belo Horizonte aprendi muita coisa na minha vida. Só não aprendi a lidar com a saudade, que é muito forte. Estar longe é não poder dar um abraço, um beijo, um carinho....não poder ver a hora que quiser....E mesmo nos tempos de viagens de avião a baixo custo, não é sempre que dá para viajar. Filho deveria nascer grudado na mãe para não sentir nunca a dor de uma saudade! Mãe te amo! Não seria nada sem você!

Mas também não poderia deixar de homenagear outras duas mulheres que também muito contribuíram para o que sou hoje! Minha vó e Tia Ju, duas mulheres fortes e batalhadoras que também fizeram papel de mãe na minha vida. Amo vocês!

2 comentários:

Gustavo Marinho de Andrade disse...

Fumo, apenas para você saber o dia das mães foi "criado" nos EUA por uma mulher que perdeu a mãe e em função disto resolveu criar um dia para homenagea-la e ao mesmo tempo homenagear todas as mães do mundo. Esta data realmente não tem igual no mundo pois coloca em evidência todas as mulheres que querendo ou não são as pessoas que mais importam nas nossas vidas. Nós la de casa temos o imensa prazer, e gratidão a DEUS, por termos um mãe tão especial e sem igual, mulher forte, capaz, jovem, madura, sensível, feliz, chorona mas antes de tudo MAE que fez do possivel e impossível para nos criarmos e sermos o que somos. Mulher, mãe, ESPECIAL que deu sua vida, que apagou sua vida para nos criar e nos abençoar com seu amor incondicional(estando nós certos ou errados). Realmente você falou tudo, DEVEMOS TUDO A ELA. Não se esquecendo claro da VOVÓ e TIA JU(2ª mães). AMAMOS ELAS. bjs seu irmão

Isabella Leal disse...

Cáca e Gu, vcs deram um show na homenagem a "cebolinha", ela mais que ninguém merece! Vcs não sabem o quanto ela já chorou ao ler esses depoimentos de vcs aqui...eu imprimi um e o Cristiano o outro, e valeu a pena! Ela precisa muito de ler palavras de amor e reconhecimento como estas, principalmente vindas de vcs, q são com certeza,
o maior tesouro que ela tem.
Eu que convivo de perto a tantos anos com vcs,só posso acrescentar aqui o privilégio enorme de te-lá mais perto de mim hj! Tia Valéria, tbm te amu! Parabéns pela mulher cheia de valores e qualidades que vc é! Grande beijo!
Cá, Parabéns pelo blog, esta show de bola! saudadesssss!