O bom da vida é sair por aí...Descobrir o mundo, descobrir as pessoas e as coisas...Sentir, olhar, experimentar... viver o que é bom e saber diferenciar...ampliar os horizontes sem ter medo de ousar!!!!

Por Camila Marinho

28 de junho de 2007

Ilha de Itaparica - Parte 1


Eu cheguei a fazer um breve comentário sobre a Ilha de Itaparica, mas hoje meu post é somente sobre esse paradise on earth !!!! Quem não conhece, precisa ir um dia! É realmente fascinante!
HISTÓRIA - É a maior e mais famosa ilha da Baía de Todos os Santos. Itaparica significa "cerca de pedras". A ilha é cercada por uma barreira de recifes e conta com uma vegetação tropical e um rico patrimônio cultural. As praias que circundam os 240 quilômetros quadrados de seu entorno oferecem possibilidades de mergulhos, caminhadas, cavalgadas, passeios de bike e até esportes náuticos. Entre as principais praias está Ponta de Areia, onde eu fiquei. Todas essas fotos mostradas aqui foram tiradas lá!

A BAÍA DE TODOS OS SANTOS - A história que está nos livros conta que Américo Vespúcio vislumbrou “uma grande e bela baía” no dia 1o de novembro de 1501, e chamou-a de Todos os Santos por ser esta a homenagem do dia no calendário católico.

A Baía de Todos os Santos é considerada a maior baía do Brasil e a segunda maior do mundo. Desde o seu descobrimento, a sua vastidão de águas que acolhe 56 ilhas de diversos tamanhos encanta a todos pela sua riqueza histórica e cultural, um cenário povoado de igrejas, fortalezas e belos solares.

A região da Baía de Todos os Santos acolhe 13 municípios situados em seu entorno: Vera Cruz, Jaguaripe, Nazaré, Salinas da Margarida, Maragojipe, São Felix, Cachoeira, Santo Amaro, São Francisco do Conde, Saubara, Madre de Deus, Candeias e finalmente o município de Itaparica, hoje intitulado como a Capital da Baía de Todos os Santos, interligando os demais municípios e funcionando como ponto de partida para os roteiros turísticos da região.

CASAS DE VERANEIO - Muitos (muitos mesmo) baianos têm casas na Ilha só para passar temporadas, festas e feriados! É uma "febre"! É só aparecer um feriado para uma multidão "invadir" o ferry boat afim de atravessar a Baía! Afinal, é um destino muito perto de Salvador! A distância é de apenas 14km, mas para chegar até lá é preciso pegar o ferry, cuja travessia demora 50 minutos!

O MELHOR PERÍODO PARA IR - Como todo lugar turístico, a ilha fica lotada no verão! Na minha opinião, o melhor período é na baixa estação, quando é possível aproveitar tudo com muita tranquilidade!
Acreditem, o lugar é um convite à preguiça, ao descanso e ao prazer! Um verdadeiro deleite para os olhos.

ONDE FICAR - Eu fiquei num condomínio, na casa de amigos, mas há desde lugares com luxo e requinte, como o Club Med Itaparica, até hotéis e pousadas com preços razoáveis (diárias de R$60). Além disso, muitos alugam casas por temporada, o que pode sair mais em conta se você for com uma turma grande!!!

Ah, é claro que eu não poderia deixar de dizer que o lugar convida ao romantismo, principalmente num lindo fim de tarde ensolarado (de inverno)!!!!

OBS: Amanhã falo mais sobre esse lugar ma-ra-vi-lho-so!!!!

2 comentários:

Cristiano disse...

O meu discípulo se acha!!! Quem diria, de Arapiraca para o mundo.
Dá-lhe pau de arara!!! Um abraço.

Benja disse...

Vc acredita que em um ano de Bahia ainda não fui a Itaparica? Absurdo isso.
Por falar nisso, veja meu blog. Tem dois post sobre o aniversário da minha chegada à terrinha.